Pikachu confirma interesse do Flamengo e mais dois clubes

O contrato atual de Yago Pikachu com o Paysandu se encerra no final do ano. Há alguns meses, o lateral-direito e o presidente do clube paraense, Alberto Maia, haviam acordado que ele não seria renovado como uma forma dar ao jovem atleta a oportunidade de alçar voos mais altos na carreira. Com a temporada chegando ao fim, a pergunta mais ouvida pelo jogador é: “onde irá jogar em 2016?”. Nesta terça-feira, em entrevista para o Globo Esporte Pará (confira a entrevista completa no vídeo ao lado), Pikachu tentou despistar, mas depois confirmou negociar com três equipes, sendo uma delas o Flamengo.

– Essa é a pergunta que eu mais recebo, mas, no momento, ainda estou analisando junto com os meus familiares, vendo a melhor opção para mim. Tenho algumas propostas, mas prefiro evitar falar os nomes dos clubes. Ainda estou analisando, ainda tem o último jogo para representar com a camisa do Paysandu – iniciou o lateral de 23 anos, autor de 20 gols no ano, que ainda enfrenta o Oeste no sábado, na última rodada da Série B.

Após a insistência do jornalista André Laurent, Yago Pikachu admitiu estar balançado entre uma proposta do Fla, de outro carioca e de mais um clube mineiro. Do exterior, por enquanto, são apenas sondagens.

– Tem o interesse do Flamengo sim, mas não só o Flamengo. Têm outros clubes aí, tem outro do Rio, um de Minas, mas, como eu falei, vou analisar com carinho, com cautela, junto aos meus familiares, para ver o que vai ser melhor para mim. (…) Da China houve um contato mais ou menos um mês atrás, mas não deu certo. Apenas algumas especulações. No momento não tem nenhum clube de fora (do país). Caso apareça, é um caso a ser pensado – completou Pikachu.

O lateral não nega o interesse em experiências em grandes centros do futebol e acredita estar suficientemente maduro para isso. Entretanto, afirma que ainda é possível uma renovação com o Papão, apesar disso não ser sua prioridade.

– Eu não descarto a possibilidade de permanecer no Paysandu, mas como eu falei depois do jogo (contra o Criciúma), acho que hoje eu me sinto muito mais maduro e mais preparado para poder sair. Acho que está na hora. Representei muito com a camisa do Paysandu – salientou.

Fonte: Globo Esporte