Em entrevista para o Esporte Espetacular, Muricy diz: “Ganhar no Flamengo deve ser uma coisa absurda”

Famoso por ser um treinador exigente, Muricy Ramalho conta na entrevista exclusiva para o Esporte Espetacular que vai ao ar neste domingo que um dos motivos que o levaram a assinar com o Flamengo foi a transparência da diretoria rubro-negra. Segundo o treinador, o clube não o tentou convencer com falsas promessas e já o avisou de antemão das dificuldades que ele vai enfrentar.

– Depois que o Flamengo teve a conversa com o Oswaldo, é bom que se diga isso afinal ele é meu amigo, aí eu pude negociar. Aí começou uma coisa bem transparente, do jeito que eu gosto, as pessoas dizendo realmente a verdade, como é que está a situação do Flamengo hoje. O que o Flamengo pode ser. Depois disso aí a conversa começou a melhorar, apareceram outras equipes, mas aí eu já estava quase apalavrado. Aí eles mostraram toda a dificuldade que eu iria encontrar, acho que isso é legal, eles não me prometeram uma coisa e cheguei aqui é era outra. Eles me mostraram o que é… e também o que pode ser feito. Não estou em um momento da minha carreira de ir para um lugar só para ganhar um bom salário, ganhar um título e tá tudo certo, não deixar nada. Não, a gente quer deixar alguma coisa aqui. Ganhar no Flamengo deve ser uma coisa absurda, eu fico pensando nisso. Putz… no dia em que eu ganhar aqui, deve ser demais né. Isso é desafio cara. Me pegaram em uma época da minha carreira que bateu tudo o que eu penso e também aceitaram algumas coisas que eu conversei com eles – conta ele.

Muricy avisa também que o trabalho já começou e que sua opção pelo Flamengo não foi por conta de dinheiro e muito mais por conta da gestão profissional que ele encontrou e do desafio que ele vai enfrentar.

– Por isso fizemos um contrato de dois anos, eles queriam de três anos, não, vamos fazer de dois para vocês me conhecerem legal, aí quem sabe a gente faz de mais. Então é isso, juntou essas coisas. Volto a repetir, algumas propostas muito maiores financeiramente, mas resolvi aceitar esse desafio e estou feliz, estou confiante. Já estamos trabalhando bastante, e o que me chamou atenção também aqui foi a gestão profissional que está aqui no Flamengo. Tem a parte da diretoria, política do clube, mas as pessoas do futebol são profissionais. Acho que isso é o grande caminho do futebol brasileiro, isso está sendo legal aqui.

A entrevista completa você assiste neste domingo no Esporte Espetacular. Não perca!

Fonte: Globo Esporte