Pará perde espaço com chegada de Muricy

Com a chegada de Muricy, Pará, titular na maior parte de 2015, perde espaço no grupo. Os dois trabalharam juntos no Santos entre 2011 e 2012, e o treinador nunca morreu de amores por ele, que não era um de seus homens de confiança no time. A questão é que Pará terá, ao fim de dezembro, o contrato renovado automaticamente por mais dois anos. Se o comandante não quiser ficar com ele, a solução mais viável seria emprestá-lo ou usá-lo como moeda de troca.

Se Pará permanecer, a tendência é que comece a temporada na reserva e que Rodinei venha para ser titular, pelo menos a princípio. Para a lateral direita ainda há a opção de Léo, que está voltando de empréstimo do Internacional e tem compromisso com o Fla até o fim de 2017. A diretoria e Muricy vão analisar se Léo será reintegrado ou novamente emprestado. Ayrton, por sua vez, está em fim de contrato e não está nos planos para a próxima temporada.

Fonte: Globo Esporte