Presidente do Fla evita polêmica com Grêmio em disputa por reforços

Eduardo Bandeira de Mello prefere se distanciar de atrito com presidente Romildo Bolzan por Henrique e Rodinei: “Nenhum dos dois é do Grêmio”.

Com os campeonatos encerrados em 2015, os duelos entre os clubes passaram a ser pelos reforços para a próxima temporada. Na última terça-feira o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, ironizou o Flamengo pela concorrência ao zagueiro Henrique, do Napoli. Num primeiro momento, os cariocas levaram a melhor na disputa pelo lateral-direito Rodinei, que também era alvo dos gaúchos. No entanto, o presidente rubro-negro, Eduardo Bandeira de Mello, evitou qualquer polêmica.

– Não tenho nada para falar, até porque nenhum desses dois jogadores é do Grêmio – limitou-se a dizer.
Durante o sorteio dos grupos da Libertadores, na última terça, no Paraguai, Bolzan admitiu que o Grêmio não deverá superar o Flamengo na proposta feita a Henrique e acusou o clube carioca de atravessar os negócios do Tricolor. Ele também foi irônico ao comentar a situação.

– O Grêmio não faz loucuras. Quem quiser vir disputar a Libertadores conosco, com um time competitivo, porque vamos montar um time competitivo, nessas condições, ótimo. Senão pode jogar o Campeonato Carioca pelo Flamengo – disse Romildo Bolzan na ocasião.

O Flamengo já tem apalavrado o acerto com Henrique, mas a contratação ainda depende da liberação do clube italiano. A expectativa é que nas próximas semanas o próprio zagueiro converse com os dirigentes italianos, já que não vem sendo utilizado – sua última partida foi em 10 de maio.

O lateral-direito Rodinei já foi anunciado oficialmente pelo Flamengo e assinou contrato de quatro anos de duração. O jogador, que disputou o último Campeonato Brasileiro pela Ponte Preta, vai se apresentar com os demais jogadores rubro-negros no dia 6 de janeiro.

Fonte: Globo Esporte