Arão e Alex Muralha são apresentados oficialmente pelo Flamengo

A manhã de domingo foi agitada em Mangaratiba, local onde o Flamengo realiza a pré-temporada. Após o treinamento, em que o argentino Mancuello chegou a ensaiar gols olímpicos, Willian Arão e Alex Muralha foram apresentados pelo diretor executivo de futebol Rodrigo Caetano. O volante e o goleiro vestiram a camisa 12 e garantiram empenho máximo na temporada de 2016. O ex-Botafogo afirmou que o rival alvinegro agora já não faz mais parte de sua vida.

– Estou muito tranquilo, hoje defendo as cores do Flamengo. Hoje eu sou Mengão. Estou preocupado com a torcida do Flamengo. É a única que interessa. O que passou, passou. Estou muito feliz por estar aqui, fazer parte de um dos maiores do mundo. Prazer muito grande. Vou dar o sangue para honrar essa camisa. Estou muito tranquilo. Tenho que me preparar da melhor forma possível, render ao máximo. Tenho certeza que será um ano muito especial. Vou evoluir em cada aspecto – disse Arão.

Muralha já começou a falar sobre a concorrência que terá na meta rubro-negra com Paulo Victor. O ex-goleiro do Figueirense pretende conquistar a vaga e não sair mais do time principal.

– Quero agradecer a oportunidade de estar aqui. Um dos maiores. O maior hoje. Estou muito feliz, agradeço a Deus. Fiz um bom Campeonato Brasileiro e me destaquei. O Figueirense me deu essa oportunidade. A concorrência vai ser grande, mas todos têm condição de jogar. Pretendo ficar na minha melhor forma possível. E se conseguir ser titular, não sair mais.

O goleiro também fez um pedido: ficar com a camisa 38. Segundo ele, é uma “maluquice” que vem dando certo nos clubes por onde passou.

– Já avisei que quero a 38, se possível. É o número da sorte, me deu sorte em todos os clubes que passei. É coisa de maluco. Todo louco tem as suas maluquices. Sempre esse 38 aparece do nada.

Fonte: Globo Esporte