De olho em alta performance dos atletas, Flamengo individualiza treinos

Com um grupo heterogêneo – de jogadores com diferentes idades -, o Flamengo decidiu por individualizar os treinos dos atletas para atingir a alta performance. O médico do clube, Márcio Tannure, explicou parte do trabalho desenvolvido nesta pré-temporada ao responder uma pergunta sobre as atividades físicas destinadas ao zagueiro Juan, de 36 anos.

– O Juan tem 36 anos, não tem 20. Nosso pensamento é individualizar o treinamento até por isso, pois temos um grupo absolutamente heterogêneo. O que buscamos é tentar o melhor de cada atleta, não comparar um com outro. Começamos um trabalho diferente em avaliações e estamos individualizando os treinos de todos. Alguns fizeram trabalhos complementares separados – disse Tannure, explicando também o caso do meia Ederson.

– Estamos trabalhando para que ele chegue no ápice. Ano passado não conseguimos, pois ele chegou fora de forma e sofreu uma lesão. Mas, com este trabalho, que estamos começando do zero, esperamos que seja o melhor ano da carreira dele – complementou.

Fonte: UOL