Flamengo e Cali entram em acordo, e Cuéllar confirma acerto ‘Está certo’

Gustavo Cuéllar está a caminho do Flamengo. Na tarde desta quarta-feira, a diretoria rubro-negra entrou em acordo com Deportivo Cali (COL), clube que detém os direitos econômicos do volante colombiano, e deixou a contratação praticamente acertada. O atleta deve viajar ao Rio de Janeiro nos próximos dias para realizar exames médicos e assinar contrato com o Rubro-Negro.

Para adquirir 70$ dos direitos econômicos de Cuéllar, o Flamengo terá que desembolsar U$S 2 milhões (cerca de R$ 8 milhões), mas o pagamento será feito de forma parcelada, algo acordado entre os dois clubes. O Deportivo Cali continua com os 30% que tem do volante, o que garante uma quantia em caso de negociação no futuro, já que o atleta ainda tem 23 anos.

Na tarde desta quarta, Cuéllar esteve na sede do Deportivo Cali para deixar tudo encaminhado com o clube colombiano. O volante estava emprestado ao Junior Barranquilla desde 2014 e foi um dos destaques do futebol do país no ano passado. Ao deixar a sede do clube, ele demonstrou estar empolgado.

– Felizmente, está certo. O Cali deu o “ok” para eu jogar no Brasil. Quem acertou, trouxe a proposta e esteve sempre ao meu lado foi Ernesto Roa, meu representante, e meu empresário Alex Viveros. Felizmente, tudo terminou da melhor maneira. Só faltava isso e nos próximos dias devo viajar para o Brasil – comentou o colombiano em entrevista à rádio colombiana “Antena 2”.

Segundo Ernesto Roa, empresário que intermediou a negociação, e tem como sócios Marcelo Manenti e o brasileiro Rafael Beyes, a tendência é que haja um desfecho ainda nesta quarta. Assim, faltaria apenas a realização de exames médicos para que Cuéllar possa ser anunciado pelo Flamengo.

– Não podemos dizer que já está 100% porque ainda falta o Deportivo Cali oficializar, algo que deve acontecer dentro de alguns minutos. Entre Flamengo, Cali e Cuéllar está tudo certo. Só falta oficializar, mesmo – disse Ernesto Roa, empresário que intermediou a negociação, ao LANCE!.

A reportagem também entrou em contato com o vice de futebol do Flamengo, Flávio Godinho, que disse estar em uma reunião, logo, não poderia falar. O diretor executivo de futebol, Rodrigo Caetano, não respondeu ao L!.

Considerado promissor, Cuéllar viveu sua grande fase no ano passado, quando estreou pela seleção colombiana no empate com o Peru, em setembro, pelas Eliminatórias da Copa 2018. O volante tem histórico de passagens pelas seleções de base colombiana e possui as características desejadas por Muricy: primeiro volante que tenha qualidade no passe e boa noção de posicionamento e marcação. O “número 1” da diretoria para a posição era o chileno Marcelo Díaz, que acertou com o Celta de Vigo (ESP).

Fonte: Lancenet