Flamengo terá estreia de Ronald Ramón diante do Bauru, pelo NBB

Se o Bauru não era o adversário que o reformulado Flamengo gostaria ter enfrentado logo na estreia do NBB 8, talvez nenhum outro momento fosse tão propício para o atual tricampeão nacional reencontrar o velho rival da decisão da última temporada. Os motivos são óbvios. Além de poder contar com o ala-armador Ronald Ramon, contratado na semana passada, e jogar diante de sua torcida, o time comandando pelo técnico José Neto entrará na quadra do Tijuca Tênis Clube, nesta quarta-feira, às 21h, embalado por cinco vitórias consecutivas na competição.

Mas apesar do excelente momento vivido pelo time rubro-negro, todo cuidado é pouco. Principalmente quando o adversário venceu nove de suas últimas 10 partidas e ocupa uma posição acima na tabela de classificação. Se a viagem para o Rio de Janeiro foi conturbada, com direito a voo arremetido e perda da bagagem, o que impediu o time de treinar, as condições do vice-líder da competição são as melhores possíveis. Com todos jogadores à disposição, com exceção do pivô Murilo, que passou por uma cirurgia para corrigir um descolamento da retina, o técnico Demétrius Ferraciú destaca o jogo coletivo do Flamengo e espera um jogo complicado contra um rival direto.

– Será um jogo de duas equipes que brigam pelas primeiras posições. Sabemos da rivalidade criada por tudo que envolve a partida e isso nos motiva ainda mais a lutar pela vitória. Estamos focados e sabemos o que temos que fazer. O Flamengo tem o Marquinhos como referência e o tipo de jogador que puxa o time, mas o conjunto deles é ainda mais forte e sabemos que todos têm condição de desequilibrar a partida. Não podemos nos preocupar apenas com esse ou aquele jogador, é um elenco que divide muito a pontuação e tem bastante volume ofensivo. Eles têm apresentado uma consistência muito grande nas últimas partidas e precisamos neutralizar o jogo coletivo deles com um todo – analisou o treinador do Bauru.

Com um discurso muito parecido, o técnico José Neto prega o mesmo respeito pelo adversário. Só que ao contrário da partida que marcou a estreia das duas equipes na competição, desta vez o atual tricampeão terá força máxima e um entrosamento bem maior que o do jogo do turno. Outro motivo que serve de motivação para o torcedor rubro-negro é a estreia do ala-armador Ronald Ramon.

– Nossa equipe sabe da importância desse clássico contra Bauru, um time que foi montado com as mesmas expectativas de resultados que o Flamengo. Eles levam uma pequena vantagem sobre nós pela vitória que tiveram em casa no jogo de abertura da competição, mas estamos focados em reverter essa situação e poder dar um passo à frente na luta pelas primeiras posições. Além da qualidade técnica, a presença do Ramon agrega muito na rotatividade da equipe para jogarmos com mais intensidade durante toda a partida. É um jogador que vai potencializar muito nosso conjunto – afirmou José Neto.

Fonte: Globo Esporte