Muricy aprova jogo-treino, prioriza melhorar posse de bola e parte física

Com o time titular atuando nos primeiros 45 minutos, o Flamengo venceu por 2 a 0 o Tigres, em jogo-treino realizado nesta quinta-feira em Mangaratiba (RJ), onde a equipe faz sua pré-temporada. Após a atividade, que contou com a presença de cerca de 200 torcedores, o técnico Muricy Ramalho aprovou o que viu, mas mostrou-se ainda mais aliviado com o fato de a equipe ter terminado o teste sem nenhum problema muscular.

– Ainda temos uma semana de trabalho, mas a movimentação do primeiro time foi boa. Só fizemos um treino tático até agora, então para começar está bom. Ainda estamos muito longe na parte física, porque o nível de exigência no futebol é grande. Está tudo dentro da normalidade. Foi importante que os jogadores não se machucaram. Essa era uma preocupação, porque a parte muscular deles ainda não está boa. Mas isso faz parte, estamos no caminho certo.

Emerson Sheik marcou os dois gols do Flamengo – aos três minutos e aos 25 minutos do primeiro tempo. Na segunda etapa a equipe foi completamente modificada, e os reservas não conseguiram ampliar o placar. O primeiro jogo da equipe em 2016 será daqui a uma semana, contra o Ceará, em Fortaleza, pela Taça Asa Branca.

Se Muricy tinha como objetivo principal terminar a partida sem lesões, as metas futuras em relação ao time são acertar a posse de bola, que, na visão do treinador, ainda está longe do ideal. Busca ainda o equilíbrio para que a velocidade, característica natural desse elenco, não atrapalhe no momento de passar.

– Alguns jogadores estão chegando e precisam de entrosamento. Nossa posse de bola não é boa, temos muitos passes errados e isso é fruto de um time que é muito rápido. Às vezes se perde isso (a posse). Na bola aérea tomamos muitos gols no ano passado, estamos acertando isso, e o mais importante é se entrosar.

Por outro lado, gostou da compactação apresentada nos 45 minutos iniciais do treino.
– O grande problema é que hoje não se pode ter espaço entre as linhas, é o que mais se treina hoje. Tem que encurtar mesmo, isso é coisa de treinamento. Tem que treinar, não adianta só pedir. No treino parece que assimilaram bem, nosso goleiro sofreu muito pouco. Tivemos poucas bolas em profundidade, e o futebol hoje em dia é isso: linhas muitos próximas e posse de bola. Temos que melhorar a questão da velocidade (no sentido de equilibrar com os passes), porque vai ser um característica a ser explorada pelo nosso time.

Fonte: Globo Esporte