Garoto francês e grana no CT: árabes geram expectativa no Flamengo

Uma revelação francesa de 18 anos. Aceno com interferência no calote que está para completar três anos, o da venda de Hernane. E, de quebra, investimento milionário para concluir o centro de treinamento de futebol do Flamengo. As promessas – principalmente no caso do garoto Rayane Belaid, de 18 anos – e os planos são ambiciosos no relacionamento entre o Sedan, o Flamengo e um bilionário príncipe da Arábia Saudita. O assunto é tratado com cautela na Gávea, num misto de ceticismo com certa expectativa.

Há dois meses representantes do megaempresário Fahad Bin Faisal Al Saud, que comprou recentemente o Sedan, time da terceira divisão francesa, conversam com a diretoria do Flamengo para levar adiante proposta de parceria que envolveria cessão temporária de jovens jogadores em troca de eventual investimento no Ninho do Urubu. Entre os emissários, um ex-atleta olímpico, o argelino naturalizado francês Nadir Bosch, e Marcus Miraglia, filho de Walter Miraglia, ex-jogador, treinador e olheiro histórico do Flamengo.

– O interesse do príncipe é fortalecer o Sedan com jogadores jovens do Flamengo, que estejam com a idade estourando nos juniores. E a ideia é investir no centro de treinamento do clube. Tenho sangue rubro-negro, meu pai trabalhou 55 anos no Flamengo, sei o quanto isso é importante. Estamos conversando, mas temos muita coisa já apalavrada. Esse aporte pode ser de 8 a 10 milhões de euros – diz Marcus Miraglia, que pretende levar o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, para conhecer as instalações do clube francês e depois para a Arábia Saudita, para conhecer o príncipe bilionário.

O Flamengo confirma os contatos com os representantes do príncipe árabe para espécie de convênio com o Sedan. A diretoria enxerga no empresário potencial investidor para negócios de interesse do clube, como, por exemplo, o centro de treinamento Ninho do Urubu. Mas adianta que ainda não há nada selado. Hoje, o formato mais provável é de intercâmbio esportivo.

De concreto, por enquanto, existe a chegada de Rayane, que vai assinar contrato com o Flamengo nos próximos dias. O garoto jogava no Cannes, que também tem participação do príncipe árabe, mesmo clube do início da trajetória de Zinedine Zidane, ex-craque francês, hoje técnico do Real Madri. Depois de dois meses de avaliação, o jovem meia-atacante voltou a treinar esta semana no Ninho do Urubu. Ele chegou a fazer testes no Coritiba, mas os representantes preferiram trazer para o Flamengo. Fã de Ronaldinho Gaúcho, o garoto já tirou fotos com o craque, que passou recentemente pelo Flamengo, e também conheceu Ederson. O camisa 10 rubro-negro jogou no Nice e no Lyon, durante sete anos no futebol francês.

Os representantes do príncipe árabe também prometem intermediar para resolver o calote do Al Nasrr pela compra de 4,5 milhões de Euros por Hernane em 2013. Mais de três anos depois da venda do atacante, o Flamengo venceu todas ações na Fifa, mas ainda não recebeu pela negociação do jogador, que hoje está no Bahia. Em valores atualizados, a venda soma mais de R$ 17 milhões.

Entre fotos com dirigentes rubro-negros, com Bandeira e o diretor geral Fred Luz, a reuniões na CBF e no Maracanã, o otimismo dos representantes do príncipe esbarra ainda na desconfiança dos flamenguistas que aguarda o avanço das negociações e evitam falar sobre os encontros e possibilidades de vinculação comercial. Somente este ano, o Flamengo gastou mais de R$ 2 milhões para equipar o Ninho do Urubu, que recebeu aparelhos modernos de tratamento, prevenção e recuperação de jogadores.

Fonte: Globo Esporte