Réver admite clima ruim no Fla, mas ressalta objetivo de superar o Santos

Com um gol sofrido nos minutos finais de partida, o Flamengo empatou em 2 a 2 com o Coritiba, no Maracanã, neste domingo, e deu adeus às chances de conquistar o título do Campeonato Brasileiro. Dono da terceira posição, com 67 pontos, o Rubro-Negro não tem mais condições de superar o líder Palmeiras, que tem 74. O zagueiro Réver, após o jogo, resumiu o sentimento de frustração dos jogadores do Fla, mas garantiu que ainda é preciso brigar para se manter no topo da tabela.

– Clima não foi bom. Todo mundo chateado pelo resultado. Acabamos pagando o preço pelo que fizemos no final do primeiro tempo. Acabamos entrando abatidos, não nos encontrando. Acabou que deu no eu deu, nossas chances ficaram para trás. O torcedor que compareceu depositava muita confiança nesse jogo. Agora é levantar a cabeça e se concentrar para terminar até na frente da equipe do Santos e terminar bem o ano – disse.

O Flamengo ainda espera terminar o ano entre os três primeiros, o que garante uma vaga direta para a Taça Libertadores de 2017. No próximo domingo, a equipe encara o Santos, vice-líder, novamente no Maracanã. Réver destacou a importância do duelo direto pela classificação.

– Confiança tem que haver, não pode ser uma partida que vai jogar por água abaixo o que conquistamos. Claro que tem que doer o jogo de hoje por uma derrota com tudo que representava. Mas temos que dar continuidade, porque no domingo temos mais um adversário difícil, adversário direto. Precisamos vencer, coisa que não conseguimos vencer dentro de casa – disse.

Gabriel e Diego fizeram os gols rubro-negros no duelo, abrindo 2 a 0 para o Flamengo, e Amaral diminuiu ainda no primeiro tempo. Kleber deixou tudo igual aos 42 da etapa final. O Fla ainda não venceu em seu retorno ao Maracanã, sendo o empate com o Coxa o terceiro seguido atuando no estádio pelo Brasileirão.

Fonte: Globo Esporte