Fora dos relacionados contra o Atlético-PR, Sheik dá adeus ao Fla

O fim do treino deste sábado, no Ninho do Urubu, marcou a despedida de Emerson do Flamengo. Por opção do técnico Zé Ricardo, o atacante não foi relacionado para o jogo contra o Atlético-PR e, assim, Sheik encerrou sua segunda passagem pelo clube. O contrato vai até o próximo dia 31, e nenhuma das duas partes mostra interesse na renovação.

Ao contrário do que ocorreu em 2009, Emerson diz adeus ao Flamengo sem deixar saudade. O atacante, que na semana passada completou de 38 anos, viveu 2016 às voltas com lesões e poucas vezes foi decisivo. Sheik começou a temporada como titular, mas perdeu a posição ainda durante o Campeonato Carioca e, partir de então, foi utilizado esporadicamente.

Emerson encerra a temporada tendo disputado 30 das 68 partidas do Flamengo no ano e com seis gols marcados. Sua intenção é atuar em outro clube em 2017 e depois encerrar a carreira. O atacante recebeu algumas sondagens, mas ainda não definiu seu futuro. Somando as duas passagens, Sheik defendeu o Rubro-Negro em 82 jogos e marcou 23 gols.

Um veterano sai, os novatos chegam. Zé Ricardo convocou para Curitiba alguns integrantes da prata da casa do Flamengo. Além de Lucas Paquetá, que volta a ser relacionado, a novidade é Matheus Sávio. Capitão do time sub-20, campeão da Copinha deste ano sob o comando do treinador e convocado para o Sul-Americano da categoria, o jogador foi integrado ao grupo que enfrenta o Atlético-PR neste domingo, às 17h, na Arena da Baixada.

Embora tenha treinado com o grupo profissionais em algumas oportunidades, Matheus Sávio ainda não atuou pela equipe em 2016.

Fonte: Globo Esporte