Flamengo acerta patrocínio que renderá R$ 200 milhões em 6 anos

No último dia útil de 2016, o Flamengo fechou um contrato bastante expressivo, o maior de sua história se for levado em conta duração e dinheiro envolvidos. A empresa tailandesa Carabao Tawandang é a nova patrocinadora rubro-negra e pagará R$ 190 milhões ao clube para exibir a marca de seu drink energético, Carabao, no “manto”. O vínculo é de seis anos.

Carabao acerta patrocínio com o Flamengo

A logo da Carabao será exibida em 2017 na manga do uniforme do Flamengo. A partir de 2018, passa para o espaço mais nobre da camisa e torna-se o patrocinador master do Rubro-Negro, substituindo a Caixa Econômica Federal, que pode ocupar outra propriedade do uniforme ou mesmo não patrocinar mais o clube.

O Globo Esporte apurou que, com a Carabao ainda na manga, serão pagos R$ 15 milhões em 2017. Nos cinco seguintes, o clube receberá R$ 35 milhões por temporada. Com valores reajustados e bônus, o Fla crê que pode superar os R$ 190 milhões inicialmente projetados.

Vice-presidente de marketing do Flamengo, Daniel Orlean não trata a parceria com a Carabao como um simples patrocinador. Qualifica o acordo como o início de uma parceira estratégica, principalmente pelo fato de o clube lucrar com venda de produtos e de acordo com o crescimento da marca da empresa tailandesa no Brasil.

– Grande passo no sentido de estabelecer com as marcas uma parceria estratégica que vai além de um patrocínio de mídia. É uma parceria onde a gente ganha junto com o crescimento dos resultados do nosso parceiro. Trata-se de uma empresa que já está na Europa, em vários países. É um trabalho que vem sendo feito há alguns meses pelo nosso time de executivos, e acreditamos que é um marco não só na história do Flamengo, mas também na história do futebol brasileiro, porque é o maior patrocínio que a gente percebe .na história do futebol brasileiro – disse Daniel Orlean.

– É preciso destacar que, apesar de já termos firmado o acordo com o novo parceiro, ele só é valido mediante a aprovação do Conselho Deliberativo, que é soberano, e nós respeitamos a governança do clube.

Em 2017, o Flamengo receberá R$ 6 milhões do curso de línguas Yes!, cuja marca é exibida na barra da camisa (abaixo do número), R$ 15 milhões da Carabao (manga) e R$ 25 milhões da Caixa Econômica Federal. Em relação à última, é bom frisar que o valor é pautado nos termos atuais, mas estes podem ser reajustados. Clube e Caixa estão em processo de renovação, e os ganhos rubro-negros podem ser maiores.

A Tim, que posiciona sua logo dentro do número do uniforme, investe R$ 4 milhões no futebol.

Fonte: Globo Esporte