Flamengo projeta aumento nas receitas e novos patrocinadores

O Conselho Deliberativo do Flamengo aprovou na noite de quinta-feira a proposta de orçamento para 2017. A receita prevista é de R$ 435 milhões, dos quais R$ 233 milhões vão para o futebol.

O clube planeja investir em reforços na ordem de R$ 30 milhões. Só para o pagamento de parcelas da aquisição de jogadores que já estão no elenco o clube vai ter que destinar R$ 17 milhões — casos de Mancuello e Cuéllar.

A estratégia do clube é manter o modelo ‘Casas Bahia’, oferecendo valores parcelados pelos novos alvos. Marinho, do Vitória, e Rômulo, do Spartak Moscou, são as opções de investimento depois de Conca e Miguel Trauco.

A diretoria projetou um aumento nas receitas de patrocinadores de R$ 70 milhões para R$ 90 milhões, o que ajudará nas despesas. A transferência de jogadores esperada é na ordem de R$ 21 milhões, com a possível negociação do lateral Jorge, outro fator importante para equilibrar as finanças.

O clube terá R$ 16 milhões para finalizar o CT da base, que terá R$ 14 milhões. O vice de finanças Claudio Pracownick acredita que o valor é suficiente para poucos e bons reforços de impacto.

Fonte: Extra