Jogo das Estrelas: Zico planeja homenagens às vítimas da tragédia

No dia 28 de dezembro, Zico organiza o seu já tradicional Jogo das Estrelas, no Maracanã. Comovido com a tragédia ocorrida com o avião da Chapecoense, que caiu na Colômbia na madrugada da última terça-feira, o Galinho planeja homenagens, inclusive com a presença de representantes da equipe catarinense e do Atletico Nacional, que disputaria a final da Copa Sul-Americana e prestou um lindo tributo aos brasileiros.

Filho de Zico e organizador do evento, Júnior Coimbra disse que o objetivo é tentar dar um pouco de conforto para quem está sofrendo.

– Não tinha como ser diferente. Assim que tomamos conhecimento desse terrível acidente, já começamos a nos mobilizar. A Chapecoense, os jornalistas, as vítimas e seus familiares merecem todas as homenagens. Assim como o Atletico Nacional, que tem dado um lindo exemplo para o mundo. Queremos receber representantes dos dois clubes para fazer um evento que possa confortar ainda mais todas essas pessoas. Estamos fechando todos os detalhes para realizar uma edição histórica – afirmou.

Zico atualmente dirige o FC Goa, da Índia, e acompanhou de longe as notícias sobre a tragédia. Ele lembra com carinho dos muitos amigos que perdeu.

– É muito dolorido. Nunca tinha perdido tantos amigos de uma só vez. Guilherme Laars jogou com meus filhos no Nova Geração. Fui técnico dele. Joguei com o Mário Sérgio na seleção e, quando comecei no Flamengo, ele estava lá. Victorino Chermont, Paulo Júlio Clement, Caio Jr., Duca… Cezinha era fisioterapeuta e esteve lá no Kashima. Anderson, filho do Paulo Paixão, amigo de longa data… Enfim, dias muito sofridos para o mundo do futebol. Brasileiros aqui do Goa jogaram com alguns que estavam na Chapecoense. Só temos que rezar em memória daqueles que Deus levou. Que Ele possa confortar e dar muita força aos familiares dos que se foram. Esperamos fazer uma bonita homenagem a todos eles no Maracanã, o palco maior do futebol – disse o Galinho.

Fonte: Globo Esporte