Discreto, Vinicius dá um chapéu em noite de Klebinho no Raulino

Pedaladas, um chapéu e uma falta batida na barreira. Este foi o repertório de Vinicius Junior em sua estreia no Campeonato Carioca Sub-20 na noite desta quarta-feira, em Volta Redonda. O dono da preliminar, porém, foi o lateral-direito e capitão do Flamengo, Klebinho. Fez dois gols na vitória por 3 a 2 sobre o Voltaço, conquistada aos 51 minutos da etapa final.

Primeiro tempo: golaço de Klebinho e falta de Vinicius na barreira

No primeiro tempo, Vinicius foi discreto, mas não se omitiu. Desde a saída da bola, passou a pedir a redonda o tempo inteiro. Seu primeiro toque aconteceu com um minuto e 12 segundos de jogo. Aos 11 minutos, saiu a primeira jogada do garoto. Recebeu de Lincoln, arrancou e acabou derrubado na entrada da área. Mesmo novato no sub-20, teve personalidade e pegou a bola para bater. Cobrou mal, na barreira.

Aos 14 minutos, o primeiro gol do jogo. Um golaço por sinal. Klebinho recebeu com liberdade, avançou e soltou a bomba de pé direito.

A outra boa jogada de Vinicius na etapa inicial deu-se aos 29 minutos. Encontrou Lucas Silva sozinho na área, mas o camisa 7 não aproveitou o bom passe da joia e chutou em cima do goleiro rival, também chamado Vinicius.

Foi discreto nos 45 minutos iniciais, mas não se furtou de rodar o campo todo, trocando seu posicionamento constantemente.

Chapéu, discussão e falta recebida na etapa final

Aos 10 minutos, o Flamengo retomou a liderança no placar com boa participação de outra joia de 16 anos, Lincoln. O camisa 9 deu o passe para Gabriel Silva desempatar com um chute cruzado de pé esquerdo.

Vinicius apareceu mesmo aos 16 minutos, quando recebeu na ponta esquerda, gingou, voltou e aplicou chapéu em Shalon, que foi pacífico e não revidou com pontapé. Quatro minutos depois, Semente não foi tão receptivo e deu uma pancada no camisa 11 após algumas pedaladas.

Aos 30 minutos, Alan Carius, ex-Flamengo, empatou o jogo numa jogadaça individual. Driblou vários adversários e finalizou com o pé esquerdo.

Quando o jogo se encaminhava para o empate, muitos jogadores do Volta Redonda caíam em campo. O juiz acresceu dois minutos ao tempo regulamentar, e, em jogada pelo lado esquerdo, Klebinho acreditou num lance que parecia perdido. Disputou e soltou a bomba de pé direito.

Fonte: Globo Esporte